Auto-Hipnose

Esse é um assunto bem curioso e que gera diversas dúvidas entre as pessoas.

Muitos ainda acham que se trata de algo mágico ou sobrenatural, enquanto que outros mais céticos acreditam que não passa de pura balela, e tudo isso acaba causando um certo receio e desconfiança sobre a sua utilização.

Mas a verdade é que a hipnose é mais simples e realista do que você possa imaginar, e até a sua eficácia já foi comprovada cientificamente.

Muitos Médicos, Psiquiatras, Psicólogos e vários outros profissionais utilizam a hipnose diariamente para auxiliar seus pacientes no tratamento de diversos tipos de doenças.

Além do fato da hipnose ser uma grande ferramenta de desenvolvimento pessoal, podendo ser utilizada em benefício próprio para uma série de melhorias em nossa vida. Ou seja, auto-hipnose. 

Nesse artigo você irá aprender de fato o que é hipnose e todos os principais conceitos que possuem relação com essa incrível técnica. 

Vamos lá! 

O que é hipnose 

A hipnose é algo tão simples que você mesmo já se auto-hipnotizou milhares de vezes ao longo da sua vida e nem se deu conta disso. 

Um exemplo clássico é quando você está assistindo um filme, e no momento que acontece uma cena muito triste você começa a chorar. 

Nesse caso, você sabe que aquilo tudo não está acontecendo de verdade, mas mesmo assim você fica 100% imerso naquela história, e por conta disso você se deixa levar pela emoção até ponto de começar a chorar como se aquilo fosse real. 

Ou seja, a hipnose acontece no exato momento em que você permite que uma sugestão, boa ou ruim, entre na sua mente. E isso acontece pois você deixou a sua parte analítica de lado momentaneamente, e dessa forma ficou em um estado mais sugestionável. 

Isso explica uma frase muito famosa que utilizamos para definir o que é hipnose, e que inclusive, é a forma como ensinamos na OMNI: 

“Hipnose é atravessar o fator crítico da mente consciente e estabelecer um pensamento ou sentimento exclusivo e aceitável na mente subconsciente.” 

E para você entender de uma forma resumida, a nossa mente é dividida em camadas: Inconsciente, Consciente e Subconsciente. 

Inconsciente: Essa mente é responsável em nos manter vivos sem que tenhamos que prestar atenção nela. 

Consciente: É onde você passa a maior parte do tempo, pois é o nosso elemento racional e analítico do dia a dia. 

Subconsciente: É onde vive o real você, e está vinculada aos nossos comportamentos e emoções (é aqui que a hipnose acontece!). 

Você foi condicionado a vida inteira 

A partir desse momento você consegue entender melhor aquilo que falei anteriormente: “Você foi hipnotizado milhares de vezes durante toda a sua vida e nem se deu conta”. 

Mas como isso pode ter acontecido? 

Bom, isso ocorreu de diversas formas diferentes, como: através de uma propaganda, uma notícia do jornal, um discurso de um político, ou a partir da convivência com seus pais e as pessoas a sua volta… 

Pois como você acabou de aprender, hipnose nada mais é do que quando uma sugestão (informação) atravessa o seu fator crítico (a parte analítica da sua mente consciente) e se estabelece dentro da sua mente subconsciente. 

E aqui vai um ponto muito importante sobre isso:

“Independente do tipo de informação, se ela se estabeleceu dentro do seu subconsciente então é porque ela foi considerada como algo coerente e verdadeiro para VOCÊ. Ou seja, você aceitou essa sugestão, pois você acredita nela.” 

Pensa comigo… 

Ao longo de nossas vidas somos bombardeados com milhares de informações que são recebidas no primeiro momento pela nossa mente consciente e que instantaneamente são analisadas pelo nosso fator crítico. 

As informações que forem aceitas como algo congruente, marcante e verdadeiro são transferidas para a nossa mente subconsciente, e passam a se tornar parte da nossa essência. 

Todas as crenças, lembranças, hábitos e comportamentos que nós temos foram modelados e reforçados no nosso subconsciente a partir das sugestões que foram aceitas desde a criação com nossos pais até os dias atuais.

É como se colocássemos uma semente em nosso subconsciente, que acaba germinando, criando raízes e crescendo cada vez mais com o passar do tempo. 

E como você pode imaginar, nem toda árvore dá bons frutos… 

Traumas e crenças limitantes 

A pessoa que nos tornamos hoje, é em grande parte um reflexo das experiências e momentos que vivenciamos através dos anos. 

E é muito comum passarmos por diversas situações traumatizantes relacionadas à dificuldades, fracassos e humilhações, que acabam ficando marcadas em nosso subconsciente e dando origem à algum problema emocional. 

Um exemplo bem famoso é o das crenças limitantes, que são pensamentos ou interpretações que você aceita como verdades absolutas e que te impedem de se tornar melhor em diversas áreas da sua vida. 

Então, as crenças limitantes, autossabotagem, hábitos destrutivos e comportamentos ruins, geralmente são problemas originados no nosso subconsciente a partir de sugestões que aceitamos de forma direta e indireta durante a nossa infância e criação (embora também possam ser originados na fase adulta). 

E essas sugestões são enraizadas com muito mais força no nosso subconsciente quando somos crianças, pois nessa fase ainda não temos um fator crítico bem desenvolvido… 

Conforme crescemos, vamos passando por mais situações similares e, mesmo sem perceber, as informações que recebemos dessas novas experiências vão reforçando e condicionando ainda mais as programações já existentes em nosso subconsciente. 

Em outras palavras, a situação vira uma imensa bola de neve. 

É por esse motivo que se torna extremamente difícil mudar algum aspecto comportamental em nós mesmos.  

Pois essas informações e pensamentos já foram tão entrelaçados em nosso subconsciente que o nosso fator crítico entende como algo normal, e com base nisso, deixa passar cada vez mais informações parecidas. 

O que fazer nesse caso? 

Auto-Hipnose 

Se temos um hábito ruim e sabemos que ele foi condicionado em nossa mente através de repetidas sugestões negativas, então nada melhor que recondicionar a nossa mente através de repetidas sugestões positivas. 

E é aqui que finalmente entra o papel da Auto-Hipnose! 

Dessa maneira, você mesmo pode se autoaplicar sugestões que você escolhe de forma consciente e usar alguns artifícios para que essas sugestões possam entrar diretamente no seu subconsciente. 

auto-hipnose é uma técnica extremamente efetiva, porém, é algo que tem que ser feito constantemente e da maneira correta, para assim, recondicionar e ressignificar as sugestões opostas que já estão dentro de você há anos. 

E foi pensando exatamente nisso que preparamos algo diferente. 

O Michael Arruda, presidente da OMNI Brasil, gravou um vídeo onde ele ensina o passo a passo para você começar a praticar auto-hipnose através de técnicas e estratégias criadas por ele mesmo. 

Essa é a forma mais efetiva para te ajudar a criar e cultivar hábitos poderosos capazes de transformar a sua vida. 

Assista agora o vídeo abaixo e entenda melhor: 

E aí, gostou desse conteúdo? Caso tenha dúvidas, deixe nos comentários!