Você sabe o que é o bruxismo? Calma que não tem nada a ver com bruxas! O bruxismo nada mais é do que uma desordem funcional em que você aperta ou range os dentes, principalmente durante o sono.

O quadro de bruxismo é mais comum do que imaginamos, e pode afetar significativamente a qualidade de vida de quem sofre com ele. Afinal, é comum que quem range os dentes sinta dores de cabeça e tenha o sono afetado negativamente.

Isso sem contar os cônjuges, que costumam sofrer com o barulho e movimentos da mandíbula de quem tem o bruxismo.

Mas você sabia que o bruxismo pode ter diversas causas emocionais? É isso que você vai ler neste texto, além de descobrir um tratamento que você nunca imaginou.

E aproveitando que vamos falar de bruxismo, que tal participar de um evento 100% gratuito e focado em mostrar a você um novo modelo de negócio com rentabilidade acima do mercado? Porque sim, é possível faturar um ótimo salário e ainda estar conectado com o seu propósito! Se interessou? Clique no banner abaixo e se inscreva! 

Neste texto você vai ver também:

  • O que é o bruxismo?
  • Quais são os sintomas?
  • E as causas do bruxismo, quais são?
  • Um tratamento que você nunca imaginou

Vamos lá?

O que é o bruxismo?

O bruxismo é o ato inconsciente ou semi-inconsciente de apertar ou ranger os dentes, ou seja, quem faz isso quase nunca percebe. O problema é que essa pressão sobre os dentes causa uma tensão nos músculos da mandíbula, gerando dores e outros sintomas.

Embora possa ocorrer durante qualquer momento do dia, é durante a noite que é mais comum, quando a pessoa aperta e range os dentes enquanto dorme. Esse tipo de bruxismo é conhecido como bruxismo noturno.

Já o bruxismo diurno acontece de forma voluntária ou semi-voluntária, já que a pessoa está acordada. Normalmente a pessoa range ou aperta os dentes como um hábito ou “tique nervoso”.

Quais são os sintomas?

Quem sofre com o bruxismo nem sempre percebe, já que na maioria das vezes ele ocorre à noite. Ainda assim, pode perceber os sintomas sem entender de onde vêm.

Como você já viu, um dos principais sintomas do bruxismo são as dores, em especial na cabeça, no rosto e até mesmo no ouvido. Esses sintomas costumam aparecer principalmente pela manhã, quando a pessoa acorda. 

Outros sintomas podem ser:

  • Desgaste dentário;
  • Perda de esmalte dentário;
  • Hipertrofia dos músculos responsáveis pela mastigação, podendo haver inflamação;
  • Problemas na articulação temporomandibular (ATM), causando principalmente dor, estalos e travamentos no maxilar;
  • Fraturas de dentes;
  • Zumbido no ouvido;
  • Estalos para abrir ou fechar a boca.

Como saber se tenho bruxismo?

Como o bruxismo normalmente acontece como um hábito inconsciente, muitas pessoas só percebem que sofrem dele quando alguém comenta que as ouviu rangendo os dentes durante a noite.

Outras pessoas recebem a notícia da possibilidade de bruxismo quando vão ao dentista e descobrem que os dentes estão desgastados ou perdendo o esmalte.

Por isso, se você sente um ou mais sintomas que você viu no tópico acima, pergunte para seu cônjuge ou seus pais para prestar atenção durante a noite e averiguar se você está rangendo ou apertando os dentes durante o sono.

Também é importante fazer um check-up odontológico e compartilhar suas suspeitas com o dentista.

E as causas do bruxismo, quais são?

Nem sempre o bruxismo tem uma causa definida, ou pelo menos, não apenas uma. Isso porque é muito comum que você comece a ranger ou apertar os dentes por diversos fatores.

É possível desenvolver bruxismo por fatores genéticos, mas diversos estudos já mostraram que as pessoas que sofrem de ansiedade, estresse, características do sono, como ronco, e dificuldades para se concentrar durante o dia, podem ser mais propensas a desenvolvê-lo.

Em outras palavras, quando você tem aquele dia estressante no trabalho ou está passando por uma situação complicada nos relacionamentos, por exemplo, pode acabar apertando os dentes durante a noite.

Além disso, alguns medicamentos, como os antidepressivos, podem aumentar a incidência de bruxismo diurno e noturno, causando dores e desgaste nos dentes.

Outros consumos excessivos podem causar o bruxismo, como cafeína, álcool, fumo e outras drogas .

Um tratamento que você nunca imaginou

O tratamento do bruxismo consiste, normalmente, no uso de uma placa de proteção dentária, que ajuda a aliviar as dores e evita maiores problemas nos dentes. O paciente com bruxismo coloca a placa antes de dormir, o que não impede o ranger e apertar completamente, mas auxilia nos sintomas.

Outros tratamentos podem incluir relaxamento dos músculos da mandíbula e até mesmo a aplicação de água morna na área, antes de dormir. 

O problema é que nenhum desses tratamentos realmente resolve o bruxismo, porque tratam apenas os sintomas e não a causa!

Afinal, se o bruxismo pode acontecer por conta da ansiedade ou do estresse, não adianta nada focar nos sintomas e não resolver a raiz do problema, não é?

E se você acompanha o nosso blog, já deve saber qual é a ferramenta que consegue tratar diretamente a causa de dezenas de problemas: a hipnoterapia!

A hipnoterapia nada mais é do que um método de tratamento que utiliza técnicas hipnóticas para descobrir a raiz emocional de um problema e ressignificar o trauma.  

Dessa forma, através da hipnoterapia, é possível alterar a relação emocional que existe entre a pessoa e a situação que causa o bruxismo, instalando assim novos programas psicológicos no subconsciente.  

É por isso que a hipnoterapia é tão procurada. Afinal, quando a causa é reparada, os sintomas são naturalmente controlados e o mal deixa de existir. Você pode tratar o bruxismo simplesmente descobrindo os motivos do estresse! 

Não é incrível?

E se você está interessado na hipnoterapia e quer ter a sua própria vida transformada, que tal conhecer a Formação de Hipnoterapeuta OMNI?

Criado pensando em te ajudar a resolver qualquer problema emocional, te auxiliar no desenvolvimento pessoal, mudar seus hábitos e vícios, te entregar uma melhoria da saúde física e mental, esse treinamento promete transformar a sua vida.

E, de quebra, você ainda leva uma certificação internacional para casa, para você mesmo se tornar um hipnoterapeuta OMNI. Incrível, né?

Para saber mais sobre a Formação, é só clicar no banner abaixo para entrar na lista de espera da próxima turma: