Depressão tem cura? Entenda o que dizem as últimas pesquisas

Depressão tem cura? Entenda o que dizem as últimas pesquisas

Escrito por:
Depressão tem cura?

Depressão tem cura? Esta é a pergunta que milhares de pessoas fazem todos os dias, seja para si mesmas ou para as pessoas amadas. Afinal, a depressão é conhecida como o mal do século devido à quantidade assustadora de pessoas que sofrem com o transtorno.

De fato, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades sofrem com a depressão no mundo todo. Já no Brasil, segundo dados da OMS, 5,8% da população brasileira sofrem do transtorno, o que equivale a um total de 11,5 milhões de casos.

Além disso, a depressão cresceu no mundo todo com a pandemia de Coronavírus. Com cada vez mais casos, saber se depressão tem cura é uma questão de extrema importância para todos nós.

É isso que vamos discutir neste texto.

E aproveitando que vamos falar sobre um transtorno tratável com hipnoterapia, que tal participar de um evento 100% gratuito e focado em mostrar a você a profissão do futuro? Porque sim, é possível faturar um ótimo salário e ainda estar conectado com o seu propósito! Se interessou? Clique aqui para saber mais!

Dá uma olhada no que vamos falar:

Vamos lá?

O que é a depressão?

Hoje em dia todo mundo já ouviu falar sobre a depressão. Graças aos avanços da mentalidade da população, cada vez mais pessoas se preocupam com sua saúde mental e estão deixando de lado aquela velha história de “depressão é frescura”.

Mas você sabe o que de fato é a depressão?

Segundo o Dr. Drauzio Varella, a depressão “é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite.”

Dessa forma, a pessoa que sofre com a depressão sente uma tristeza, dor e desesperança que não parecem ter fim, podendo levar a crises em que a pessoa não consegue levantar da cama, comer, tomar banho ou quaisquer outras atividades, devido a essa infelicidade.

Embora existam diversos tratamentos para a depressão, a pergunta que ainda permanece é: a depressão tem cura? Vamos falar disso no próximo tópico.

Afinal, a depressão tem cura?

E finalmente para a pergunta de 1 milhão de dólares: depressão tem cura? O que dizem as últimas pesquisas?

A resposta é mais ambígua do que você imagina. Alguns pesquisadores afirmam que sim, é possível curar a depressão. Já outros dizem que os sintomas até podem sumir, mas que isso não significa que o transtorno foi curado.

Isso porque, se não for tratada, os sintomas da depressão têm grandes chances de voltar. De fato, estudos dizem que entre 50% e 85% das pessoas que sofrem com um episódio de depressão aguda terão um futuro episódio dentro de dois a três anos, se não for tratado.

No entanto, nem todos os dados são ruins. Segundo a Associação Americana de Psiquiatra, a depressão é um dos transtornos mentais mais tratáveis. Entre 80% a 90% das pessoas com depressão respondem bem ao tratamento.

Assim, a resposta à pergunta “depressão tem cura?” é tanto “sim” quanto “não”.

É possível se livrar dos sintomas e viver uma vida praticamente normal e ser muito feliz. No entanto, o tratamento precisa ser feito e seguido corretamente para diminuir os riscos de recaídas.

Imagem-ebook-traumas-em-criancas

Quais são os tratamentos para a depressão?

Como você viu, a resposta para a pergunta “depressão tem cura?” é ampla e depende da forma como você vê o tratamento e a falta dos sintomas. Além disso, o tratamento é essencial para sentir-se melhor, mais feliz e realizado e diminuir grandemente os riscos de suicídio.

A parte boa disso tudo é que existem diversos tipos de tratamentos para a depressão. Veja alguns exemplos:

Psicoterapia

A terapia cognitivo-comportamental (TCC), um tipo de psicoterapia, é eficaz no tratamento de diversas condições de saúde mental, incluindo transtornos de personalidade, transtornos de ansiedade, transtorno bipolar e transtorno de personalidade depressiva.

Com a ajuda de um terapeuta, você pode aprender a identificar pensamentos e comportamentos negativos e substituí-los por outros mais positivos. Além disso, a terapia cognitiva também pode ajudar você a aprender estratégias mais saudáveis ​​para lidar com os sentimentos de desesperança, tristeza e estresse no seu dia a dia.

Farmacoterapia

Dependendo da gravidade dos seus sintomas de depressão, seu psiquiatra pode recomendar medicamentos antidepressivos para ajudar a tratar seus sintomas.

Os medicamentos mais comuns para tratar transtornos depressivos incluem inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs, como a sertralina e a fluoxetina) e antidepressivos tricíclicos.

Além disso, os antidepressivos também podem ajudar a tratar problemas como o transtorno do pânico. Afinal, como os antidepressivos podem ter efeitos colaterais graves, é importante conversar bem com seu terapeuta para entender se existe necessidade real de tomá-los e entender qual é o melhor para o seu caso.

Apoio social

Se abrir para amigos e familiares pode ajudar a reconhecer um episódio de depressão e garantir apoio durante todo o tratamento.

Dessa forma, é fundamental não ficar sozinho nessas horas e não deixar os sintomas para lá. Converse com as pessoas próximas e construa um ciclo de apoio, para nunca passar pelos momentos difíceis sozinho.

Mudanças no estilo de vida

Além de terapia e tratamento médico, manter uma dieta balanceada, dormir o suficiente e praticar exercícios regularmente pode ajudar a diminuir os sintomas da depressão.

Assim, se você perceber que o abuso de álcool ou de outras substâncias desencadearem um episódio de depressão grave, tome medidas para reduzir seu consumo ou eliminá-los completamente de sua vida.

Conheça o tratamento para depressão com hipnoterapia

A depressão é grave e milhões de pessoas sofrem com ela, fazendo que a pergunta “depressão tem cura?” seja cada vez mais repetida e questionada.

Agora que você já sabe que existe tratamento para a depressão e já descobriu alguns tipos, que tal conhecer o tratamento mais rápido, eficaz e simples de tratar a depressão?

Estou falando da hipnoterapia!

Abordando diretamente a causa e a raiz do problema, a hipnoterapia é uma maneira muito eficaz e rápida de tratar a depressão!

Afinal, por que passar anos tomando remédios se você pode resolver a situação com apenas algumas sessões de hipnose?

Parece mágica, mas não é! Você pode conferir aqui cases incríveis de pessoas que fizeram tratamentos com hipnoterapia e tiveram suas vidas transformadas!

E se você quer transformar a sua vida, mudar a forma como a sua mente te controla e te sabota e deseja ser uma pessoa verdadeiramente nova, quero te convidar para fazer a nossa Formação em Hipnoterapia.

É só se inscrever clicando no banner abaixo:

Formação de hipnoterapeuta OMNI

VEJA NOSSO BLOG E FIQUE POR DENTRO DE TODO CONTEÚDO

VEJA NOSSO BLOG E FIQUE POR DENTRO DE TODO CONTEÚDO


Sonhos em realidade: a transformação de Caio através da hipnoterapia

─── Continuar Lendo

Como estabelecer metas realistas para o seu crescimento pessoal

─── Continuar Lendo

A jornada de Norma entre fibromialgia e hipnoterapia

─── Continuar Lendo

Empoderamento feminino: como a hipnoterapia pode fortalecer as mulheres

─── Continuar Lendo

Liberte-se: como superar a dependência emocional e conquistar sua liberdade

─── Continuar Lendo

“Eu ja tentei suicídio, mas não consegui”

─── Continuar Lendo

O que faz um hipnoterapeuta? Descubra TUDO sobre a chave da sua mudança interior

─── Continuar Lendo

Cromoterapia: O impacto das cores no nosso bem estar

─── Continuar Lendo

A importância dos animais no bem-estar humano

─── Continuar Lendo

A Pequena Sereia: desvendando o poder das sugestões mentais

─── Continuar Lendo

Por que invalidar nossos sentimentos é prejudicial?

─── Continuar Lendo

5 filmes sobre transtornos mentais que você precisa assistir

─── Continuar Lendo

Laços emocionais: a importância da responsabilidade afetiva

─── Continuar Lendo

Os efeitos da música no cérebro humano e bem-estar

─── Continuar Lendo

Perfeccionismo: como lidar com a autocobrança excessiva

─── Continuar Lendo

Técnicas de auto-hipnoterapia para promover mudanças positivas

─── Continuar Lendo

Impacto das redes sociais na saúde mental: estabeleça limites

─── Continuar Lendo

Os efeitos do estresse crônico na saúde física e mental

─── Continuar Lendo

7 técnicas de relaxamento para redução do estresse e ansiedade

─── Continuar Lendo

Foco no Essencial: Por que Menos é Mais quando se Trata de Qualidade

─── Continuar Lendo

Repetição: a estratégia para aprender mais rápido

─── Continuar Lendo

Deixe de lado a passividade e seja mais assertivo

─── Continuar Lendo

Coloque-se em primeiro lugar: a importância de priorizar a si mesmo

─── Continuar Lendo

Liberte-se da autocrítica e abrace a autocompaixão

─── Continuar Lendo

OMNI Talk: Hipnoterapeuta e embaixadora OMNI, Mari Didea

─── Continuar Lendo

Alcançar o sucesso profissional: estratégias para se vender no mercado de trabalho

─── Continuar Lendo

Alimentação e bem-estar: porque os alimentos influenciam suas emoções?

─── Continuar Lendo

Desmistificando doenças espirituais: explorando causas, sintomas e tratamentos

─── Continuar Lendo

OMNI Talk: Ansiedade e Traumas Emocionais com Gabi Artz

─── Continuar Lendo

Problemas gerados pela ansiedade: como enfrentar

─── Continuar Lendo

Esquizofrenia: entenda melhor essa condição mental

─── Continuar Lendo

Como alcançar o sucesso por meio do esforço?

─── Continuar Lendo

Por que a autossabotagem é a sua pior inimiga

─── Continuar Lendo

Como tratar doenças autoimunes de um jeito diferente

─── Continuar Lendo

5 maneiras de reduzir os efeitos do TDAH

─── Continuar Lendo

Descubra como adotar um hobby vai transformar sua vida

─── Continuar Lendo

O que doenças gástricas e saúde emocional têm em comum?

─── Continuar Lendo

Como desconectar do trabalho te ajuda a manter a alta performance?

─── Continuar Lendo

5 coisas que você precisa saber sobre transtornos mentais

─── Continuar Lendo

OMNI Talk: Eduardo Melhem

─── Continuar Lendo


Receba nossos conteúdos

Receba nossos conteúdos