Qual a diferença entre hipnoterapia e hipnose Eriksoniana? Já se perguntou isso? A maioria das pessoas como você, que têm interesse em aprender mais sobre hipnose, apresenta a mesma dúvida. Será que existe diferença ou são apenas termos diferentes para falar da mesma coisa? É o que você vai entender a partir de agora!

Para pessoas como você, que buscam conhecer muito mais sobre a capacidade também te humana, esta deve ser uma dúvida constante final qual a diferença entre a hipnoterapia E hipnose ericksoniana?

Você provavelmente já deve ter notado que as pessoas utilizam as duas nomenclaturas para definir as técnicas utilizadas por um profissional especializado em hipnose. E isso pode acontecer por diversos motivos: desde a formação obtida por esse profissional até mesmo a finalidade do uso da técnica.

Mas hoje, nós vamos te ajudar de uma forma mais específica: vamos te explicar a diferença entre um e outro, e como cada profissional deve-se inserir no dia a dia para atuar ou não com a hipnoterapia.

Em tão se você está interessado em se tornar um hipnoterapeuta Omni, eu sugiro que continue lendo este artigo, mas antes: marque uma reunião com um de nossos consultores pedagógicos e verifique a possibilidade de guardar o seu lugar em uma das nossas próximas turmas.

Formação de hipnoterapeuta OMNI

  1. Hipnoterapia (ou hipnose clínica)
  2. Como confiar nessa técnica
  3. Hipnose eriksoniana
  4. Qual das duas usar profissionalmente?

 

Hipnoterapia (hipnose clínica)

Conhecida como a técnica especializada em utilizar a hipnose para fins terapêuticos, a hipnoterapia é a ciência que utiliza todo o potencial da mente para solucionar traumas, fobias e até mesmo doenças físicas.

Basicamente, a hipnoterapia consiste na aplicação de técnicas hipnóticas como ferramenta terapêutica, utilizada como auxílio para o tratamento de transtornos emocionais, físicos, psicológicos, hábitos e sentimentos indesejáveis.

A hipnoterapia é uma ferramenta poderosa para quem deseja tratar de seus problemas psicológicos ou até mesmo físicos em menos tempo que as terapias convencionais. Mas também é uma excelente fonte de renda para quem busca um propósito de vida!

Sim, a hipnoterapia, como você já deve saber, pode ser uma profissão (muito bem-sucedida, inclusive). Isso porque algumas pessoas não querem apenas transformarem suas vidas pessoais com o processo da hipnoterapia e suas ressignificações. Eles desejam espalhar esse benefício para outras pessoas, desejam ajudar terceiros a se encontrarem verdadeiramente.

Por isso, muitos profissionais se especializam na hipnoterapia para ampliar suas ferramentas e, principalmente, para encontrarem soluções eficientes para a resolução de seus problemas.

Um exemplo disso são os médicos.

Em pesquisa recente feita pela OMNI Brasil, 41% dos formados em hipnoterapia pelo instituto são da área da saúde.

Isso mostra como a hipnoterapia tem se tornado conhecida e amplamente difundida por entre os profissionais que cuidam da saúde física e mental de milhões de brasileiros. Você se encaixa nesse perfil?

Já falou com um dos nossos consultores pedagógicos para entender melhor como a hipnoterapia pode ajudá-lo no seu dia a dia e na sua vida profissional? Então marque sua reunião hoje mesmo!

Aliás, eu tenho alguns casos incríveis da hipnoterapia para te mostrar! Preparamos um livro digital exclusivo para que você conheça algumas das maiores vitórias dos hipnoterapeutas OMNI. Baixe o Livro Digital clicando no banner abaixo.

15 cases da hipnoterapia

Como confiar nessa técnica?

A formação OMNI Brasil é o que há de mais inspirador em conhecimentos da mente. Afinal, são mais de 40 anos dedicados exclusivamente ao estudo da mente e desenvolvimento de pessoas por meio do fortalecimento da mente com a hipnoterapia.

Sem contar que a OMNI possui um centro de pesquisa e desenvolvimento em atividade lá na Suíça. Tudo para garantir que as técnicas aplicadas pelos alunos OMNI sejam ainda mais comprovadas pela ciência. Buscamos estudar os efeitos de um cérebro quando a nossa mente está sob o efeito da hipnose. Assim, mantemos nossa evolução de técnicas dentro dos mais altos padrões de exigência. Afinal, a hipnose é uma estratégia para desenvolver o potencial “escondido” na mente de cada indivíduo, mas para isso é necessário conhecer todas as diretrizes que envolvem essa técnica.

São necessários estudos, avaliações, cases e muita dedicação para se tornar um verdadeiro especialista em hipnoterapia clínica. Além disso, é preciso estudar com profissionais que entendem do que estamos falando, como pesquisadores da mente, psicólogos e hipnoterapeutas.

Alguns dos maiores nomes da hipnose mundial provam que, com dedicação e trabalho duro, você poderá se transformar em um hipnoterapeuta de sucesso. Além disso, com a formação OMNI de hipnoterapeuta é possível ajudar a salvar vidas, literalmente.

Mas, e quanto à hipnose eriksoniana? Será que tem diferença?

Hipnose Eriksoniana

Para que você entenda como funciona a hipnose ericksoniana, é necessário conhecer o seu criador: Milton H. Ericson.

O norte americano dedicou sua vida e sua carreira a hipnose médica e a terapia familiar. É o fundador da Sociedade Americana De Hipnose Clínica, foi influenciado pela psiquiatria, psicologia e PNL, além da hipnoterapia.

Durante a infância seus pais descobriram que ele não conseguia diferenciar alguns tons de cores e também não conseguia de diferenciar os tons de diferentes sons. A dislexia identificada por médicos e o daltonismo não foram os únicos problemas de saúde que Milton enfrentou, pois aos 17 anos contraiu poliomielite.

Por isso, durante o período de repouso e quarentena, Milton começou a estudar a linguagem corporal e percebeu que as coisas que a sua mente imaginava eram refletidas na forma como o corpo reagia.

Assim, a hipnose Eriksoniana não depende de sugestões impostas ou forçadas, porque é adaptada a individualidade de cada cliente, respeitando valores e crenças pré-existentes, por meio de uma linguagem permissiva e paternal. Dessa forma há menos resistência do subconsciente para acessá-lo, assim as sugestões do hipnoterapeuta são aceitas com maior facilidade e o profissional consegue alcançar os objetivos esperados pelo cliente de maneira mais rápida.

Qual das duas usar profissionalmente?

Observando dessa forma, existem características da hipnose clínica e da ericksoniana muito específicas: ambas tenho foco no cuidado com o cliente, ou seja, a ideia seria utilizar a ferramenta da hipnoterapia para garantir que um cliente tenha melhor experiência possível ao longo do processo. desta forma se torna muito mais fácil de traumas fobias e até mesmo doenças psicossomáticas ou físicas que acometem diferentes pessoas.

Aliás com a hipnose clínica, é possível garantir a eficiência na recuperação de pacientes com problemas como dores crônicas, fibromialgia, ansiedade e até mesmo a síndrome do pânico.

Por isso, podemos dizer que existe um pezinho da hipnose ericksoniana e suas características dentro da hipnoterapia utilizada diariamente pelos profissionais aqui da OMNI Brasil.

Formação de hipnoterapeuta OMNI

Além disso, é preciso entender enquanto profissional da hipnoterapia que: toda hipnose é, na verdade, uma auto-hipnose. pois nada mais é do que um estado natural da mente dos seres humanos que pode ser acessado ou não de forma voluntária sempre que nós aceitarmos uma sugestão dada por nós mesmos ou por terceiros.

A carreira de hipnoterapeuta não se limita apenas a profissionais da saúde, como psicólogos e psiquiatras. Na verdade, muitos outros profissionais, das mais diversas áreas.

Na verdade, em muitas categorias, os trabalhadores são orientados por seus códigos de ética a respeito da utilização da hipnoterapia para fins terapêuticos. E, acredite, são muitos profissionais!

  • dentistas;
  • fisioterapeutas;
  • professores;
  • jornalistas;
  • publicitários.

Esses são só alguns dos profissionais que buscam pela formação OMNI Brasil de hipnoterapia, mas há também aqueles que nunca fizeram uma universidade na vida e que mesmo assim, sentiram a necessidade de transformar suas vidas e a de terceiros por meio das técnicas milenares da hipnose.

E você? Já decidiu que tipo de hipnoterapeuta pretende ser? Fale com um consultor pedagógico e saiba mais!

Formação em Hipnoterapia OMNI - ISO 9001