Quando você está em um relacionamento saudável, as coisas simplesmente funcionam. É claro que existem dificuldades e coisas a serem resolvidas, mas você e seu parceiro conseguem conversar, tomar decisões juntos e aproveitar a companhia um do outro. Mas e quando você está em um relacionamento tóxico, como identificar?

Relacionamentos tóxicos e abusivos são bem diferentes dos saudáveis. O problema é que, embora seja relativamente fácil perceber os sinais nos relacionamentos das outras pessoas, nem sempre é fácil perceber quando o relacionamento é o seu.

Seja porque você tem medo de ficar sozinho, está muito apaixonado ou simplesmente porque acredita que o parceiro vai mudar, sair de um relacionamento tóxico pode ser muito difícil.

E aproveitando que vamos falar de uma situação tratável com hipnoterapia, que tal participar de um evento 100% gratuito e focado em mostrar a você a profissão do futuro? Porque sim, é possível faturar um ótimo salário e ainda estar conectado com o seu propósito! Se interessou? Clique aqui para saber mais!

No vídeo abaixo Anahy D’Amico, psicoterapeuta, terapeuta sexual e autora do livro “O amor não dói: Não podemos nos acostumar com nada que machuca”, explica como sair de relacionamentos tóxicos:

Mas você sabe quais são os sinais de um relacionamento tóxico? Como você faz para identificar esses sinais no seu próprio relacionamento? É isso que você vai descobrir neste texto!

Dá uma olhadinha no que mais vamos falar:

Então, continue lendo!

O que é um relacionamento tóxico?

A Dra. Lillian Glass, especialista norte-americana em comunicação e psicologia, diz ter cunhado o termo em seu livro de 1995, Toxic People (Pessoas Tóxicas, em tradução livre). Segundo ela, um relacionamento tóxico é “qualquer relacionamento entre pessoas que não apoiam umas às outras, onde há conflito e um procura minar o outro, onde há competição e onde há desrespeito”.

Nenhum relacionamento é perfeito, é claro e todos eles passam por altos e baixos. No entanto, os relacionamentos tóxicos são consistentemente desagradáveis e desgastantes, a ponto de os momentos negativos superarem os positivos.

Além disso, um relacionamento tóxico é prejudicial para a saúde mental, emocional e muitas vezes até física de uma ou ambas as pessoas envolvidas.

Assim, é importante lembrar que os relacionamentos tóxicos não precisam ser românticos. Como você pode conferir neste outro artigo, relacionamentos entre amigos, família e trabalho também podem ser tóxicos.

Relacionamento tóxico

Como identificar um relacionamento tóxico? Conheça 12 sinais

Muitas pessoas que causam danos a outras — intencionalmente ou não — têm uma razão para seu comportamento, frequentemente subconsciente. Talvez eles mesmos viveram um relacionamento tóxico quando crianças, talvez não tiveram apoio ou amor em seu crescimento.

Em outros casos, essas pessoas podem sofrer de alguma doença mental, como depressão, transtorno bipolar ou ansiedade, que se manifestam de maneiras abusivas e tóxicas.

Seja qual for a situação, preocupe-se sempre com a sua saúde mental primeiro! Não deixe que o abuso continue e cuide antes de você. Combinado?

Então vamos ver quais são os sinais de um relacionamento tóxico:

1. Falta de apoio

Uma das melhores coisas, seja em relações de amizade, profissionais ou amorosas, é saber que você pode contar com o apoio das outras pessoas. Afinal, quando você tem um sonho, é ótimo poder contar com as pessoas próximas para te ajudarem a lutar por ele.

Quando a pessoa mais próxima a você não te estimula e, ao invés disso, te diminui e tenta te fazer desistir, este é um forte indício de um relacionamento tóxico.

2. Comunicação tóxica

Em vez de tratar um ao outro com carinho e atenção, as conversas com uma pessoa tóxica são repletas de sarcasmo, criticismo ou hostilidade. Muitas vezes você acaba preferindo ficar em silêncio do que tentar conversar.

3. Ciúmes em excesso

Há quem diga que um pouco de ciúme faz bem. E mesmo se você concorde ou não dessa afirmação, uma coisa é fato: ciúmes em excesso pode ser um forte sinal de um relacionamento tóxico.

Isso porque o ciúme indica falta de confiança e, muitas vezes, pode levar a uma necessidade de controlar constantemente a outra pessoa.

4. Controle

Como você viu no item acima, o ciúme em excesso pode levar a uma necessidade de controle.

Dessa forma, se o seu parceiro questiona onde você está o tempo todo, se quer saber com quem está ou o que está fazendo e se ficar aborrecido caso você não responda suas mensagens rapidamente, você pode estar em um relacionamento tóxico.

Controle: um sinal de relacionamento tóxico

5. Falta de honestidade

Quando você está em um relacionamento tóxico, pode perceber que está mentindo muito mais do que imagina. Isso pode acontecer porque você está evitando passar o tempo com seu parceiro, já que sabe, mesmo subconscientemente, que o tempo que passam juntos não é agradável.

Além disso, se o seu parceiro tenta controlar tudo que você faz, você prefere não contar o que está fazendo ou com quem está, já que sabe que isso levará a uma briga desnecessária.

A falta de honestidade também pode vir da pessoa tóxica. Frequentemente a pessoa mente sobre tudo por um motivo muito simples: quer tirar vantagem sobre o outro na relação.

6. Decisões financeiras negativas

Quando você está numa relação, especialmente quando você mora com outra pessoa, precisa tomar decisões financeiras em conjunto. Em um relacionamento tóxico, seu parceiro pode tomar decisões financeiras, gastando enormes quantias de dinheiro sem consultar você.

7. Ignorar suas necessidades e vontades

Enquanto é positivo apoiar o seu parceiro, não é nada bom colocar todas as suas necessidades de lado. Se você aceita tudo o que o seu parceiro sugere, mesmo quando vai contra sua vontade ou nível de conforto, é um sinal de toxicidade.

Por exemplo, você pode concordar em sair quando preferia ficar em casa, ou até mesmo concordar com as férias planejadas pelo seu parceiro, mesmo que a data não seja conveniente para você.

8. Perda de relacionamentos

Especialmente em casos de muito ciúmes e controle, você pode perceber que parou de passar tempo com sua família e amigos, seja para evitar conflitos com seu parceiro ou porque prefere evitar a fadiga de ter que se explicar.

Solidão em um relacionamento tóxico

“Estou tão sozinha!”

9. Deixar de cuidar de si

O autocuidado não remete apenas ao cuidado físico. Em um relacionamento tóxico, você pode deixar de cuidar de si mesmo de diversas formas:

  • Você pode abandonar hobbies que gostava;
  • Negligenciar sua saúde;
  • Sacrificar seu tempo livre;
  • Aceitar decisões que não concorda.

10. Pisar em ovos

Toda vez que você tenta comentar sobre algo que te incomoda na relação, isso vira uma briga estressante? Seu parceiro nunca aceita a responsabilidade por nada e coloca a culpa em você?

Se isso acontece com frequência e você prefere não falar nada para evitar conflitos, pode estar em um relacionamento tóxico.

11. Crítica excessiva

Nada do que você faz está bom? Mesmo quando você erra, as críticas não são construtivas e sim um ataque direto? Este é mais um sinal de um relacionamento tóxico.

Em uma relação saudável, todos têm abertura para errar e crescer. No entanto, críticas em excesso minam sua autoestima e fazem com que você se sinta inferior a todas as outras pessoas.

12. Tratamento de silêncio

Só porque vocês brigam ou discutem não significa que estão em um relacionamento tóxico. Frequentemente são nas brigas que descobrimos os limites do outro e tomamos decisões importantes para a relação.

No entanto, se o seu parceiro se fecha toda vez que você tenta conversar sobre algum incômodo, é bom tomar cuidado. Relações saudáveis devem estar abertas ao diálogo. Se o seu parceiro não quer conversar, te ignora ou até mesmo sai do cômodo para não falar nada, este é um forte sinal de toxicidade.

Relacionamentos tóxicos com familiares, amigos ou trabalho

Temos ouvido falar em relacionamentos tóxicos com cada vez mais frequentemente. E isso é muito positivo! Afinal, quando falamos sobre um problema estamos cada vez mais perto de resolvê-los.

No entanto, a maioria das pessoas esquece que não são apenas relações amorosas que podem ser tóxicas e abusivas. De fato, as relações entre pais, filhos, irmãos e avós também podem ser tóxicas e muito prejudiciais.

Por exemplo, na família, os pais tóxicos costumam fazer os filhos duvidar de sua importância e não acreditam que sejam dignos de amor e reconhecimento. Nessas relações, os filhos não podem ter mais sucesso ou ser mais felizes que os pais, que os proíbem de terem uma vida própria.

Já nas relações de trabalho, as relações tóxicas costumam acontecer entre chefes e funcionários. Frequentemente, o funcionário vê o trabalho impactando negativamente sua vida pessoal, desenvolve estresse e pode até chegar a um burnout.

Como sair de um relacionamento tóxico?

Antes de mais nada, se você percebeu que está em um relacionamento tóxico e quer sair dele, meus parabéns! Você já deu o primeiro passo para uma vida nova, livre de abusos e pessoas que te colocam para baixo.

O segundo passo não é tão fácil, mas é muito importante. Seja firme, mantenha a sua decisão e não dê ouvidos ao abusador. Pessoas tóxicas vão tentar te convencer de que você está errado, que não está entendendo as coisas e, muito provavelmente, vão tentar virar o jogo e te colocar como culpado. Esta é uma jogada clássica de um manipulador!

Converse com amigos e familiares, procure ajuda profissional e se afaste da pessoa tóxica! Eu sei que é difícil, mas pense em você. Daqui a um ano (ou até menos que isso) você sentirá orgulho da sua decisão!

Quer entender melhor como sair de um relacionamento tóxico? Leia este artigo completo sobre o assunto.

 

Tenha a ajuda da hipnoterapia

Não é fácil sair de um relacionamento tóxico, mas é fundamental para preservar a sua saúde mental, física e psicológica. Por isso a hipnoterapia é uma ótima ajuda nesse momento.

Isso porque a hipnoterapia consegue atingir diretamente o seu subconsciente, ajudando você a se livrar dos sentimentos de posse e de dependência emocional, sem contar que a hipnose ajuda você a superar todos os sentimentos ruins que a relação deixou. Afinal, muitas pessoas saem de relações tóxicas completamente quebradas, deprimidas e ansiosas.

A hipnoterapia quer mudar isso!

Parece mágica, mas não é! Você pode conferir aqui cases incríveis de pessoas que fizeram tratamentos com hipnoterapia e tiveram suas vidas transformadas!

Que tal agora conhecer a profissão do futuro? Estamos falando da hipnoterapia! Com um mercado em constante ascensão, ainda existem poucos hipnoterapeutas no mercado, embora mais de 300 milhões de pessoas sofram com depressão e outros transtornos emocionais.

Isso significa que existem milhões de pessoas no Brasil precisando de ajuda, de alguém que possa tratá-los. E você pode ser um agente transformador de vidas, tudo isso muito alinhado com o seu propósito!

Quer saber mais sobre como você pode faturar mais de R$ 20,000 por mês e ainda ajudar milhares de pessoas?

Então você precisa participar do evento Profissão do Futuro! Será um evento 100% gratuito onde o Maurício Figueira, Head de Growth e hipnoterapeuta OMNI Brasil, vai te contar tudo sobre como você pode se tornar um hipnoterapeuta e faturar muito fazendo aquilo que você ama, tudo alinhado com a sua missão!

Participe! É só clicar no banner abaixo:

Profissão do futuro