A primeira infância é o momento em que os pequenos têm os primeiros contatos com o mundo externo, sempre sob a supervisão dos adultos. É nesse momento, inclusive, que as crianças acabam retendo muita informação sobre tudo ao seu redor: sons, sabores, cheiros, luzes, sensações etc. O grande problema, é que, algumas dessas informações podem não fazer bem para elas no futuro.

A infância é um momento especial e mágico na vida de qualquer pessoa; uma prova disso são as lembranças que até mesmo os mais velhos conseguem se recordar de momentos vividos bem lá atrás. Algumas boas, outras nem tanto e outras que seria melhor nem se lembrar.

É na primeira infância, por exemplo, que o cérebro dos pequenos faz mais conexões (sinapses); muito mais do que em qualquer outro momento da vida. São cerca de 700 a mil conexões por segundo!

As interações com as crianças devem ser feitas desde sempre (até mesmo enquanto estão na barriga), pois isso ajuda a mente desse pequeno a se desenvolver e conhecer um pouco mais sobre o mundo que ele(a) está prestes a enfrentar.

Baixe o e-book “Como evitar traumas em crianças”.

Haja visto que, às vezes, algumas frases que os adultos dizem na frente das crianças, mesmo sem intenção de magoar ou ofender, acabam grudando na memória delas com uma enorme facilidade. Com isso, tais frases, imagens ou situações geram uma emoção na mente desse pequeno, o que pode influenciar negativamente o seu desenvolvimento.

Por isso muitos pais têm se esforçado para apresentar a melhor versão de si mesmos às crianças. E por diversas vezes esses adultos questionam suas próprias ações diante dos pequenos para evitar que traumas de infância sejam gerados nesse momento. E é sobre esse tipo de comportamento que vamos tratar neste artigo.

Então, já separa o caderninho porque, a partir de agora, você vai descobrir sobre o mundo dos pequenos!

  1. Primeira infância
  2. A mente das crianças com o avanço da idade
  3. 5 frases para não dizer na frente das crianças
  4. Cuidado constante com as palavras

Boa leitura!

Primeira infância

Esse é o período que indica os primeiros cinco anos de vida de uma criança. É um momento de grandes mudanças, principalmente por ser marcado por intensos processos de desenvolvimento. É uma fase determinante na vida de uma criança, pois a mente absorve todas as informações que chegam até ela. Isso sem falar nas respostas cognitivas que o cérebro adquire durante essa fase.

De acordo com especialistas, a primeira infância é o momento certo para que sejam dados estímulos na intenção de que a mente dos pequenos possa se desenvolver corretamente. É durante a primeira infância, por exemplo, que as crianças aprendem noções de carinho, afeto, apego a personagens e reforçam a relação que têm com seus pais.

O Portal Todos pela Educação define o conceito de primeira infância da seguinte forma: “Primeira Infância é o período da vida que vai da gestação até os seis anos de idade.”

Esse conceito está registrado no Marco Legal da Primeira Infância, lei de 2016 que garante os direitos relacionados a essa etapa da vida. Essa fase também pode ser subdividida em duas partes: “a primeira primeiríssima infância, que vai da gestação aos três anos de idade, e o período que se estende entre os 4 e 6 anos.”

Mas como se divide essa primeira infância e por que ela é dividida dessa forma?

A mente das crianças com o avanço da idade

De acordo com o Livro de Michael Arruda, “Desbloqueie o poder da sua mente”, a mente das crianças tem uma capacidade altíssima de guardar informações, principalmente até os 6 ou 7 anos de idade. E é justamente esse período que os especialistas em desenvolvimento infantil definem como “primeira infância”.

Nesse período, a mente é como uma esponja e que absorve tudo o que está próximo a ela. E, por não haver o famoso senso crítico, toda e qualquer afirmação feita por um adulto se torna verdade absoluta, independentemente se é algo bom ou ruim.

Como superar traumas em crianças

A partir dos 7 anos de idade a criança já desenvolveu todo o seu “Fator Crítico”, que é basicamente uma camada entre a mente consciente e a mente subconsciente, responsável pelo que a pessoa vai ou não acreditar.

Não está entendendo o que eu estou falando? Calma!

Fator crítico

De acordo com o Livro “Desbloqueie o Poder da sua Mente”, de Michael Arruda, a nossa mente é formada em Camadas e cada uma delas é responsável por um tipo de ação do nosso corpo. Entre essas camadas está o Fator Crítico, camada da nossa mente que é responsável por filtrar o que você vai considerar como bom ou ruim para você.

Para entender melhor essas camadas, dê uma olhada neste artigo aqui.

Sabendo disso, dá para entender como funciona o Fator Crítico na mente das crianças à partir dos 7 anos.

E quando a gente pensa em primeira infância, é importante levar em consideração o que é dito diante delas. Pois, lembra do que eu te falei sobre a importância de cuidar do que é dito perto das crianças? Nem sempre o que é dito é bom para elas ouvirem.

E é nesse momento que surgem os problemas!

Os adultos, sendo eles os pais, tios, avós ou até mesmo conhecidos, se esquecem da altíssima capacidade que os pequenos têm de guardar informação. E justamente por serem tão ávidos por novos conteúdos, é que as crianças acabam ouvindo o que não deveriam.

Essas frases ou até mesmo ideias ditas diante das crianças que estão na primeira infância são sugestões com base nas crenças que os adultos acumularam ao longo da vida.

As sugestões são frases que, de alguma forma, entram na mente das crianças e se tornam verdades absolutas em suas vidas. O grande problema é que esse tipo de sugestão pode ser extremamente negativa para as crianças.

Pensando nisso, euzinha de melo montei um compilado com 5 frases que jamais devem ser ditas perto de uma criança que está na Primeira Infância.

5 frases negativas para a primeira infância

Os adultos convivem com suas próprias crenças e hábitos que foram programados ainda na primeira infância. E, depois de adultos, vemos que elas têm uma influência enorme no nosso próprio desenvolvimento.

Isso acontece porque tais crenças não são nossas (e eu não estou falando de religião).  A verdade é que foram inseridas em nossa mente a partir de outra pessoa. Pessoas que conviviam conosco e que disseram alguma coisa que teve poder de penetrar no nosso subconsciente.

Por isso, para evitar que as crianças próximas a você tenham exatamente os mesmos tipos de problemas durante a vida adulta, selecionei algumas frases que podem interferir negativamente em suas vidas.

1.      Você só faz besteira!

Sim, muitas crianças ainda na primeira infância ouvem essa frase no seu dia a dia dentro de casa. Geralmente quando fazem alguma travessura ou quando geram algum desconforto diante dos pais, familiares ou professores.

A primeira ação de um adulto ao ver uma travessura ou ver que a criança fez algo errado é julgá-la na intenção de corrigir o problema, mas na verdade, o que realmente acontece é a memorização desse julgamento na mente subconsciente.

Assim, com o passar do tempo, a criança assimila que essa afirmação é verdade, já que todos os adultos com quem ela convive repetem a mesma coisa. O que faz a frase “sou desastrado e só faço besteira” se tornar uma verdade absoluta, uma crença na mente subconsciente.

2.      Seu irmão/primo/amigo faz melhor do que você

Outra frase muito dita por pais, professores, tios ou vizinhos é essa. Essa ideia vem de gerações mais antigas, nas quais a criação dos pais mostrava que o jeito que outra criança fazia algo ou se comportava era melhor. As cobranças normalmente são feitas sobre de responsabilidades com os afazeres domésticos, deveres escolares e até mesmo o comportamento com os coleguinhas.

Quando os adultos dizem frases como essa para crianças na primeira infância, além de gerar uma relação de ciúmes desnecessário, é possível acumular no subconsciente deles uma sensação de desunião entre irmãos, entre amiguinhos ou entre primos.

Na vida adulta, isso pode resultar uma sensação de incapacidade pessoal ou profissional.

Para evitar problemas como esse na vida adulta de uma criança, é simples! Montamos um conteúdo EXCLUSIVO para que você saiba os caminhos certos para evitar traumas em crianças.

Descubra como evitar traumas em crianças

3.      Mulheres não sabem dirigir

Quando crianças ouvem frases como essa, é comum notar a mudança de comportamento já na primeira infância. Pois, ao ouvir que mulheres não sabem dirigir, elas entendem que, a condução de carros só é possível ser feita por homens, que também são os que compram os carros, que também são os donos das lojas de carros, que também são os que fabricam os carros…

Entende como uma simples frase pode ser o fator inicial de uma mentalidade até mesmo preconceituosa e machista? O cuidado que deve ser tomado para garantir que nenhuma criança tenha contato com uma crença desse tipo é muito grande, por isso, esse é um tipo de frase tão complexa para se dizer diante de crianças.

4.      Não chore

Crianças choram! O quanto antes você aceitar esse fato, melhor será e menos impacto negativo você gera na mente desses pequenos.

Dizer para uma criança na primeira infância que ela não deve chorar faz com que a mente delas entenda que é preciso reprimir emoções. Isso é um grande problema para crianças que estão na primeira infância, pois reprimir emoções pode gerar inúmeros problemas ao longo da vida adulta como ansiedade, depressão, síndrome do pânico e por aí vai.

5.      Homem nenhum presta

A mulherada que, por algum motivo, está decepcionada com a vida amorosa adora falar essa frase. Mas o que você precisa entender é que esse tipo de frase pode gerar sentimentos extremamente negativos na cabeça de crianças na primeira infância. Meninas e meninos enxergam seus pais como heróis imbatíveis dignos de toda atenção e quando outros adultos reforçam a ideia de que homens não prestam, tudo o que se pode imaginar é um verdadeiro desastre.

Muitas crianças podem criar aversão a homens e por isso entram em relacionamentos abusivos, conhecem pessoas que tem um comportamento que as deixa para baixo, o que faz com que a frase dita por adultos lá na primeira infância se concretize. Isso tudo sem falar nos diversos efeitos psicológicos negativos que esse tipo de afirmação pode causar.

Cuidado constante com as palavras

Como você já deve ter percebido, todo tipo de problema psicológico, fobia ou até mesmo trauma relacionado ao comportamento de uma criança está diretamente ligado às crenças que foram programadas na mente subconsciente a partir de uma “simples” frase.

Traumas na primeira infância são muito comuns e, extremamente prejudiciais à vida jovem e adulta de uma pessoa.

Para te ajudar com isso e evitar que suas frases e colocações sejam mal interpretadas pela mente subconsciente de uma criança na primeira infância, nós desenvolvemos um material inédito e EXCLUSIVO.

Baixe o e-Book “Como evitar traumas em crianças”.

Por isso, na condição de pais, parentes, professores ou até mesmo conhecidos de uma criança que está na primeira infância, fique atento a qualquer tipo de sugestão que possa ser mal interpretada. Seja ele o mais simples como não falar com estranhos até os mais nítidos, como agressividade e mau comportamento.