Escrito por: Nelito Antônio / @nelitoantoniozanmaria

“A pessoa que se queixa torna-se um imã de coisas ruins, vivo e pulsante” (Os segredos da mente milionária). Tudo depende da nossa mente, dos nossos pensamentos. E, se conhecer os segredos da mente faz com que tenhamos dinamismo em nossa vida, precisamos também entender um pouco mais sobre ela.

A nossa mente é dividida em três (ou duas) partes, de acordo com a linha de estudo. A mente consciente, a mente subconsciente e a mente inconsciente (algumas linhas colocam a mente inconsciente e subconsciente como uma só). Esse é o chamado Modelo da Mente de Gerald Kein.

Na mente inconsciente temos as funções vitais: como respiração, por exemplo. Na mente consciente temos as memórias de curto prazo, o raciocínio, a força de vontade, tomadas de decisão… Essa memória, segundo estudos, é responsável por apenas 5% da utilização de nossa mente. Os outros 95% estão utilizados pela mente subconsciente.

Já no subconsciente, temos as memórias de longo prazo, padrões comportamentais, emoções e sentimentos, hábitos, crenças, intuição e sabedoria. Essa, segundo os estudos, é a mente que menos conseguimos utilizar. Menos pois não nos esforçamos para entender como podemos acessá-la.

Como construir hábitos de sucesso

“A mente subconsciente, é sem dúvida, misteriosa e cheia de poderes. Mas a grande maioria de nós não compreende como usá-la. Passamos a vida toda usando uma pequena parte do nosso cérebro e deixamos de lado o que é mais profundo e poderoso (mente subconsciente).”

O jardim e o jardineiro

O jardineiro é nossa mente consciente e o jardim é nossa mente subconsciente. O jardineiro (que somos nós) decide o que plantar (sementes boas ou ruins) e no jardim apenas floresce o que o jardineiro semear.

O segredo é você tomar conta dos teus pensamentos.

Pare de ler ou assistir mensagens ruins. Ninguém vai beber água de fontes que não sejam limpas, cristalinas e tenham bom sabor. Assim nós também devemos nos parametrizar.

Nossa mente subconsciente não sabe distinguir o que é verdade ou mentira, o que é real ou imaginário. Por isso temos que ter pensamentos positivos e revigorantes.

Primeira grande lição: não tenha pensamentos tóxicos ou negativos.

Os segredos da mente estão ao nosso alcance, sempre, todos os dias, todas as horas, em qualquer momento. O que nos incomoda é que, qualquer situação faz com que tenhamos trabalho e o trabalho cansa. Na vida vemos “muita gente querendo colher e pouca gente querendo plantar”. É assim que a vida está retratada.

Quando fui interpelado em como conhecer os segredos da mente para sermos prósperos, me veio à memória este conto:

Um conhecido conto popular retrata que um ladrão foi surpreendido pelas palavras de Rui Barbosa ao tentar roubar galinhas em seu quintal:

— Não o interpelo pelos bicos de bípedes palmípedes, nem pelo valor intrínseco dos retrocitados galináceos, mas por ousares transpor os umbrais de minha residência. Se foi por mera ignorância, perdoo-te, mas se foi para abusar da minha alma prosopopeia, juro pelos tacões metabólicos dos meus calçados que dar-te-ei tamanha bordoada no alto da tua sinagoga que transformarei sua massa encefálica em cinzas cadavéricas.

O ladrão, todo sem graça, perguntou: — Mas como é, seu Rui, eu posso levar o frango ou não?

O ladrão de galinhas

O ladrão somos nós e Rui Barbosa é nossa mente.

A nossa mente tem tamanho poder, e por isso temos que desvendar esses segredos da mente. O que muitos não entendem é que os segredos da mente, assim como o linguajar de Rui Barbosa, podem nos fazer achar que fatos ou situações são impossíveis para nós pelo simples fato de não entender o que nossa mente nos sugestiona.

Mas após os estudos e compreensões, conseguimos entender e controlar nossos pensamentos e ações.

Além disso, é importante saber que as nossas convicções, em alguns casos, formam essas armadilhas. Nossas opiniões (pensamentos) são fracas, por isso a necessidade de conhecer os segredos da mente para fazer nossa vida decolar.

Os olhos alheios

Por isso, você ter um hipnoterapeuta por perto ou até mesmo ser um hipnoterapeuta é importante, pois nos revela uma visão/impressão que não tínhamos visto. Essa visão é entendida através do texto a seguir:

“Certa vez, um grande amigo do poeta Olavo Bilac queria muito vender uma propriedade, de fato, um sítio que lhe dava muito trabalho e despesa. Reclamava que era um homem sem sorte, pois as suas propriedades davam-lhe muitas dores de cabeça e não valia a pena conservá-las. Pediu então ao amigo poeta para redigir o anúncio de venda do seu sítio, pois acreditava que, se ele descrevesse a sua propriedade com palavras bonitas, seria muito fácil vendê-la…”

E assim Olavo Bilac, que conhecia muito bem o sítio do amigo, redigiu o seguinte texto:

“Vende-se encantadora propriedade onde cantam os pássaros, ao amanhecer, no extenso arvoredo. É cortada por cristalinas e refrescantes águas de um ribeiro. A casa, banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranquila das tardes, na varanda.”

Meses depois, o poeta encontrou o seu amigo e perguntou-lhe se tinha vendido a propriedade.

Nem pensei mais nisso”, respondeu ele. “Quando li o anúncio que você escreveu, percebi a maravilha que eu possuía. Algumas vezes, só conseguimos enxergar o que possuímos quando pegamos emprestados os olhos alheios.”

Abra sua mente

Agora, imagine se você tivesse (e você tem) a chave para abrir os portões da sua mente. É como se ela fosse um jogo de videogame e você precisasse passar de fase para avançar no game.

Quantos desvios, quantas passagens secretas, quantas portas ocultas você pode utilizar?

Conhecendo os segredos da mente, você é capaz de fazer sua vida escalonar de forma tão intensa que as pessoas que estão ao seu lado irão dizer que você “teve sorte”. Sim, cada um de nós tem a sorte de sorrir para as ferramentas que estão dentro de nós.

Cada um de nós tem a oportunidade de conhecer-se a si mesmo de forma que sejamos capazes de liberar um poder tão forte e intenso que nossa vida irá decolar.

Não tão obstante aos segredos da mente, temos a nossa determinação. Nossa potencialidade e força são análogas a esse desenho.

Precisamos nos libertar do que não nos prende

Esse desenho demonstra exatamente o que somos em relação à nossa mente. Somos tão fortes e ao mesmo tempo ficamos presos a “cadeiras de plástico”, porque fomos condicionados a isso. Quem disse que um cavalo não é capaz de se soltar de uma cadeira?

Precisamos nos libertar do que não nos prende

Mas ele fica ali, preso, pois não conhece sua força e acredita que aquele pedaço de plástico é superior ao seu poder. Quantas vezes nos assemelhamos a este animal?

O primeiro passo para que possamos nos libertar e começar a andar com nossas próprias pernas é parar de reclamar, pois: “Mudar dói. Continuar como está, dói. Escolha uma das dores e pare de reclamar”.

Simples assim. Não temos que dar forças e potencializar os problemas. Temos que potencializar as soluções, porque, quanto mais nós descobrirmos os segredos da mente, mais prósperos seremos. Como dizia Charlie Chaplin: “Nada é para sempre, nem mesmo os nossos problemas”.

Lembre-se que na vida, nem tudo são flores. Tenha determinação se quiser fazer com que sua vida decole conhecendo os segredos de mente.

Como diz Mário Sérgio Cortella: “Seja mais forte que tua melhor desculpa”. Não tenha medo, pois a coragem não é a ausência do medo, e sim avançar, apesar do medo.

E, para finalizar este texto, não poderia deixar de dizer que conhecer os segredos da mente para sermos prósperos não é algo difícil, mas é trabalhoso.

Por isso, deixo essa frase para concluir o texto: “você só vence amanhã se não desistir hoje”.

Espero que tenha gostado do artigo!

Ah, não se esqueça de se inscrever na nossa newsletter semanal! Por lá, nós enviaremos todos os conteúdos recentes do blog OMNI Brasil. E algumas surpresas e novidades também! É muito simples: basta preencher o formulário que aparece na sua tela.

Artigo escrito por:

Nelito Antônio
Economista / Hipnoterapeuta OMNI
Instagram: @nelitoantoniozanmaria