Muitas pessoas vêem os relacionamentos de forma muito tranquila: conhecem pessoas, namoram, casam, têm filhos… No entanto, outras pessoas convivem com traumas de relacionamento, preferindo ficar sozinhas do que se envolverem novamente.

É claro que ninguém é obrigado a casar ou algo assim, muitas pessoas até preferem ficar sozinhas. Entretanto, essa opção nem sempre é feita por um motivo saudável, mas sim porque você passou por um relacionamento difícil ou até mesmo tóxico, o que gerou diferentes traumas de relacionamento.

Esses traumas podem ser resultados de abusos emocionais, físicos ou sexuais sofridos durante relacionamentos passados, gerando sintomas físicos e psicológicos duradouros, que atrapalham a sua vida.

Neste texto você vai entender o que são traumas de relacionamento, quais são os sinais e qual o melhor tratamento para curar suas feridas emocionais.

Clique para ir direto:

 

O que são traumas de relacionamento?

Você provavelmente já ouviu falar no “estresse pós-traumático“. Quando alguma coisa traumática acontece com você, é possível que você siga vivendo sintomas persistentes mesmo depois que o trauma tenha terminado, como estresse, dificuldade para dormir, sustos, explosões de raiva, dificuldade para lembrar do ocorrido, entre outros.

Um relacionamento abusivo pode gerar traumas profundos e mesmo que você acabe o relacionamento, pode continuar sentindo os efeitos e sintomas de todo o sofrimento que passou.

O grande problema é que, diferente de outros traumas, quando você passa por um relacionamento abusivo, pode ter dificuldade de encerrar o ciclo e se afastar da pessoa. Em outros casos, como mencionei lá no início do texto, prefere nunca mais se envolver com ninguém.

Independente de como você reage aos seus traumas de relacionamento, a verdade é que eles causam muito sofrimento e se curar desses traumas é fundamental.

Profissão do futuro

Sinais de que você tem traumas de relacionamento

Antes de saber como tratar seus traumas de relacionamento, é preciso identificar os seus sinais para entender se é disso mesmo que você sofre.

Assim, os sinais de que você tem traumas de relacionamento podem ser:

Flashbacks

Os flashbacks são aqueles pensamentos vívidos e intrusivos que surgem na sua mente, mesmo que você não queira pensar neles. Quando você tem flashbacks, pode ficar muito angustiado, pois é como se estivesse revivendo aqueles momentos traumáticos.

Medo ou angústia

Quando você sofre com traumas de relacionamento, pode sentir raiva, medo, estresse ou ansiedade. Esses são sintomas que você dificilmente consegue controlar. No entanto, alguns hábitos simples, como a auto-hipnose, podem te ajudar a vencer esses sentimentos ruins.

Veja aqui como usar a hipnose para tratar uma crise de ansiedade.

Culpa e vergonha

Obviamente você não tem culpa nenhuma por ter traumas de relacionamento. Mas esses sentimentos podem aparecer, fazendo com que você acabe isolado, com medo de comentar sobre suas relações e não ser compreendido.

Muitas vezes, por conta dessa culpa, você prefere ficar sozinho e não se envolver novamente, pois acha que não será um bom parceiro. No entanto, esses sentimentos são enganosos, afinal, se você foi vítima de um relacionamento tóxico, a culpa nunca é sua.

traumas de relacionamento

Pesadelos

Traumas de relacionamento podem causar distúrbios do sono, como insônia, pesadelos ou até mesmo dificuldade para acordar e levantar de manhã.

Se você sonha constantemente com o trauma que passou, este é um sintoma de que os traumas de relacionamento estão prejudicando sua vida e sua saúde.

Dificuldades para confiar nos outros

Quando você passou por um relacionamento ruim, pode ter dificuldades para confiar novamente nas outras pessoas, mesmo nas amizades. Por isso, vive desconfiado, achando que será traído ou abusado.

Além disso, você pode acabar não confiando em si mesmo, sempre com medo de que vai “cair no mesmo erro” novamente.

Como se curar dos traumas de relacionamento?

Existem diversas formas de tratar e se curar dos traumas de relacionamento. Diversos tratamentos no mercado ajudam milhares de pessoas, como por exemplo:

  • Psicoterapia;
  • Terapia ocupacional;
  • Ioga;
  • Meditação;
  • Hipnoterapia.

Embora todos esses tratamentos sejam eficazes, nenhum é tão rápido e certeiro quanto a hipnoterapia. Mas você sabe o que essa técnica é?

A hipnoterapia é o uso da hipnose para fins terapêuticos. Consiste em um profissional que induz a paciente a um estado de transe para sugerir mudanças de hábitos, novos comportamentos saudáveis, tratando fobias, resolvendo conflitos, aumentando a autoestima, entre outros benefícios incríveis.

E é exatamente com a hipnoterapia que você consegue tratar todos os seus traumas de relacionamento. Afinal, o trabalho da hipnoterapia é encontrar formas de ressignificar emoções e memórias que ficaram mal interpretadas nesse esconderijo incrivelmente poderoso e difícil de acessar: o subconsciente.

Com ela, é possível identificar a razão de uma série de problemas na nossa vida.

Durante a hipnoterapia, você entra em um profundo estado de relaxamento, onde o seu subconsciente fica acessível a todas as sugestões positivas que o hipnoterapeuta dá.

Incrível, não é?

Que tal agora conhecer a profissão do futuro? Estamos falando da hipnoterapia! Com um mercado em constante ascensão, ainda existem poucos hipnoterapeutas no mercado, embora mais de 300 milhões de pessoas sofram com depressão e outros transtornos emocionais.

Isso significa que existem milhões de pessoas no Brasil precisando de ajuda, de alguém que possa tratá-los. E você pode ser um agente transformador de vidas, tudo isso muito alinhado com o seu propósito!

Quer saber mais sobre como você pode faturar mais de R$ 20,000 por mês e ainda ajudar milhares de pessoas?

Então você precisa participar do evento Profissão do Futuro! Será um evento 100% gratuito onde o Maurício Figueira, Head de Growth e hipnoterapeuta OMNI Brasil, vai te contar tudo sobre como você pode se tornar um hipnoterapeuta e faturar muito fazendo aquilo que você ama, tudo alinhado com a sua missão!

Participe! É só clicar no banner abaixo:

Profissão do futuro