Sentir medo é algo natural de todo ser humano. O medo é uma forma do nosso corpo se defender de algo que acredita ser perigoso. Por outro lado, o medo exagerado, aquele que nos paralisa leva o nome de fobia. Então, como tratar fobia?03

Fobia e medo muitas vezes são usados como sinônimos, porém, como você viu agora há pouco, as coisas não são bem assim, né? Se ainda ficou com dúvida sobre a diferença, um convidado vai te ajudar.

Michael Arruda, presidente da OMNI Brasil, gravado e às cores para vocês:

Diferente do medo, a fobia causa um descontrole no indivíduo deixando ele muitas vezes aterrorizado, perturbado e até mesmo em pânico.

Quando o assunto é “pessoas com transtorno de ansiedade”, o Brasil está no topo do ranking. De acordo com a OMS, 9,3% dos brasileiros sofrem desse problema.

A fobia é um tipo de transtorno de ansiedade. Como você já leu por aqui, a fobia nada mais é do que o medo irracional, e esse medo irracional nem sempre representa perigo. A verdade é que a ansiedade de pessoas com fobia faz com que ela sinta muito mais do que realmente mostra a situação.

Pessoa fóbica, é assim que é conhecida a pessoa que sofre com fobia. E apesar de muito se falar sobre fobia, o tratamento não é claro para grande parte da sociedade. Se eu te perguntasse como tratar fobia, você saberia me responder? 

Será que a fobia pode ser tratada com hipnose? Veja o que nosso presidente fala sobre isso.

Antes de te explicar como tratar fobia com hipnoterapia, vale a pena que você conheça os tipos de fobia. Aposto que algumas das citadas adiante irão surpreender, afinal, nossos medos são misteriosos demais.

Acrofobia

Você tem medo de altura? Como você se sente só de se imaginar indo nos famosos brinquedos como “elevador” e “evolution” dos parques de diversões?

Confesso que não me sinto confortável com a ideia, porém, já fui em um deles e sobrevivi sem maiores problemas. Isso aconteceu porque eu tenho apenas medo de altura, entretanto, a pessoa com acrofobia vivencia uma realidade totalmente diferente.

A acrofobia é o medo exagerado de altura. Esse pavor por altura pode se dar por diversos motivos, e um deles é uma experiência traumática, como: acidentes envolvendo queda livre.

Os sintomas mais leves da acrofobia são:

  • Tremores;
  • Pânico;
  • Vertigem.

Por outro lado, os sintomas mais severos podem literalmente paralisar a pessoa fóbica, isso porquê:

  • Não consegue subir escadas;
  • Morar em prédios;
  • Entrar em elevadores;
  • Dirigir em cima de pontes.

Agora deu para ter um ideia de como é desgastante a vida de alguém que sofre com acrofobia, não é mesmo?

E se você quer saber mais sobre a fobia de altura e como a hipnose pode auxiliar, vou deixar aqui uma entrevista, onde você irá ouvir o relato de alguém que passou por isso na pele.

Glossofobia

Falar em público já foi ou é um problema para você? Vou falar por mim, confesso que fico nervosa minutos antes de precisar falar perante um grande número de pessoas, mas é uma sensação que passa de pouquinho em pouquinho conforme começo a falar.

Veja que em nenhum momento eu falo sobre a sensação de paralisar, isso porque eu não sofro com a glossofobia, a timidez faz com que eu me sinta nervosa porém consigo contê-la.

Em nosso canal no youtube também falamos sobre a timidez, e se você quiser saber como a hipnose ajuda a vencê-la, confira logo abaixo esse depoimento:

Glossofobia é o medo irracional de falar em público, a International Journal of Research publicou um estudo mostrando que cerca de 75% das pessoas sofrem com essa fobia.

Lembrando que o medo de falar em público impacta tanto a vida pessoal quanto a profissional da pessoa, com isso, a sua performance profissional é duramente afetada, podendo até viver uma insatisfação profissional.

E ter a vida atrapalhada pelo medo de falar em público não é nada bom, por isso, vou te apresentar 5 dicas que com certeza vão te ajudar a sair dessa.

Claustrofobia

É uma das muitas fobias que os humanos podem desenvolver a partir de experiências ou memórias armazenadas na mente subconsciente. Não necessariamente se refere a algo que possa ser um perigo real para alguém, na verdade é mais um sentimento de medo. 

Como o nome sugere, esta é uma fobia situacional que ocorre quando o indivíduo está em um local confinado ou fechado. O sentimento é de total medo e desespero. 

E esse medo pode ser resolvido com uma hipnose. Você sabia disso?

Se não sabia, assista a esse vídeo que te mostra como vencer a claustrofobia pelo menos naquele momento em que você não sabe o que fazer.

Então pode não parecer, mas a claustrofobia é mais comum do que você imagina. Segundo levantamento do Instituto de Psiquiatria da USP, essa fobia atinge de 4% a 5% da população mundial.

Se você acha que é impossível tratar a claustrofobia, vou deixar aqui um artigo que te mostra como fazer isso.

Coulrofobia

O medo de palhaços ou fobia de palhaços é cientificamente conhecido como “Coulrofobia” e aqueles diagnosticados com esse mal são conhecidos como “Coulrofóbicos”.

As pessoas que têm medo de palhaços se sentem desconfortáveis ​​​​quando veem ou imaginam palhaços. 

Tudo começou em 2016, quando pessoas usando máscaras de palhaços assustadores saíram pelas ruas dos EUA para aterrorizar a todos. 

A brincadeira chegou ao Brasil, desencadeando o que conhecemos como medo de palhaço ou coulrofobia.

Essa fobia geralmente é diagnosticada em crianças entre 2 e 7 anos, e agora adolescentes e adultos também expressam medo de palhaços.

Para saber mais sobre essa fobia curiosa, vou deixar aqui um artigo que te conta TUDO sobre o medo de palhaço.

Tripofobia

De acordo com a Universidade Emory, nos Estados Unidos, a tripofobia está mais ligada à relação de nojo do que ao medo propriamente dito.

Sabe aquelas imagens que possuem padrões totalmente desregulados, muitas delas possuem uma infinidade de buraquinhos. Pois bem, a emoção de nojo desse tipo de coisa é o que chamamos de tripofobia.

E apesar de talvez você nunca ter ouvido falar, essa fobia atinge cerca de 15% da população mundial

Aracnofobia

Essa é uma grande conhecida de todos nós, se você não conhece alguém que sofra com a aracnofobia, com certeza, já viu relatos na televisão ou até mesmo na internet.

Quando ouve a palavra “aranha”, qual a primeira coisa que vem à sua cabeça? Aposto que é um animal de oito pernas, grande, peludo e extremamente perigoso. Acertei?

Pois bem, em partes você está correto, mas também existem aranhas tão inofensivas e minúsculas que nem nossos olhos são capazes de enxergar.

Porém, nenhuma dessas características são suficientes para impedir uma pessoa que sofre de aracnofobia do seu medo irracional.

Como surge a fobia?

Esse medo descontrolado é um problema emocional que pode ser causado por traumas passados ​​ou outras causas menos óbvias: 

  • Humilhação;
  • Situações constrangedoras;
  • Vulnerabilidade;
  • Ameaça à vida;
  • Agressão física.

São algumas das possíveis experiências traumáticas que podem levar a fobias. A maioria desses casos começa na infância (como a maioria dos problemas emocionais), porque nesta fase a criança ainda não desenvolveu maturidade emocional e, portanto, está mais suscetível a experiências negativas.

Agora, depois dessa aula sobre fobia, você já entendeu que todas elas precisam ser levadas a sério e tratadas o mais rápido possível para evitar mais transtornos. 

Agora, a pergunta que não quer calar: COMO TRATAR FOBIA COM HIPNOTERAPIA? 

Pois bem, apesar de parecer uma tarefa impossível, hoje em dia, temos uma ferramenta capaz de tornar possível aquilo que ouvimos durante toda nossa vida ser impossível. 

E se você nos acompanha, sabe de qual ferramenta estou falando, isso mesmo, é a HIPNOSE. 

Por outro lado, se você é novo aqui no nosso blog, o Issao Imamura vai te explicar o que é hipnose e como ela é diferente de tudo o que você já ouviu na sua vida. 

Confira só: 

Agora que você entendeu como a hipnose funciona, gostaria de te apresentar a HIPNOTERAPIA, uma ferramenta terapêutica que tem o poder de RESSIGNIFICAR TODA A SUA VIDA. 

A hipnoterapia nada mais é do que um método de tratamento que utiliza técnicas hipnóticas para descobrir a raiz emocional de um problema e ressignificar o trauma. 

Ou seja, através da hipnoterapia, é possível alterar a relação emocional que existe entre a pessoa e a situação que causa uma determinada fobia, instalando assim novos programas psicológicos no subconsciente. 

É por isso que a hipnoterapia é tão procurada. Afinal, quando a causa é reparada, os sintomas são naturalmente controlados e o mal deixa de existir.

E para isso, o Empreenda OMNI é o presente que você PRECISA se dar. 

Como o próprio nome diz, a hipnoterapia é uma ferramenta terapêutica que auxilia no tratamento de transtornos emocionais, psicológicos, físicos, hábitos e emoções ruins… 

A hipnoterapia nos mostra que muitos problemas que vivenciamos é por conta de traumas passados, e é nessa hora que o hipnoterapeuta entra em cena! 

O hipnoterapeuta é o profissional capaz de identificar a origem desses transtornos, quais foram os eventos passados vividos que desencadearam cada um. 

A nossa mente é um campo muito poderoso e com a ajuda das sugestões que a hipnoterapia nos proporciona, o hipnoterapeuta tem a possibilidade de alcançar resultados mais efetivos e em um curto período. 

Ser um hipnoterapeuta é ter a certeza de que o seu trabalho vai transformar a vida de alguém que busca por essa grande mudança. 

Além de trabalhar com um propósito, o hipnoterapeuta é um profissional que tem sua performance reconhecida tanto pelos pacientes quanto por seu retorno financeiro.

Afinal, é um campo de atuação que vem crescendo exponencialmente. 

E se você se interessou pela profissão e quer experimentar essa jornada de sucesso, então, você está no lugar certo! 

Vem pra OMNI e empreenda conosco!

Como empreender