Como nunca visto antes, a hipnoterapia tem sido fortemente reconhecida e adotada pela medicina!! O método já era bastante utilizado, mas começou a aparecer ainda mais entre os recursos oferecidos por instituições de renome no mundo todo, inclusive já está hipnotizando o mercado brasileiro, quer ver?! 😊

Confira neste post!!

De acordo com o último levantamento realizado pela OMNI, todos os hipnoterapeutas formados por nós já atenderam cerca de 119 mil pacientes. E, recentemente, realizamos uma importante pesquisa, tendo grande apoio de alguns destes profissionais, com o objetivo de entender os perfis demográfico e comportamental de seus pacientes, assim como as doenças mais tratadas por eles com a hipnoterapia.

Olha só o resultado!

Dos pacientes que usaram a terapia:

• 96,6% já buscaram algum tipo de tratamento anteriormente;
• 41,0% possuem entre 31 a 40 anos;
• 45,5% resolveram as queixas em apenas 2 sessões!

Depois de insônia, ansiedade e depressão, entre as doenças mais tratadas, estão problemas como enxaquecas, redução de peso, bruxismo e até intolerância a glúten e lactose.

hipnoterapia-perder-peso

Fonte: Pixabay

É importante lembrar que hospitais bastante renomados de São Paulo como o A.C Camargo, especializado na luta contra o câncer e o Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP, já têm a hipnoterapia como parte de sua rotina de serviços!

Além dos hospitais, os consultórios odontológicos, médicos e profissionais da área de saúde, também começaram a usar a prática! O tratamento que antes era indicado apenas para disfunções emocionais como pânico, fobias e compulsão alimentar, em 2019, registrou uma mudança do comportamento dos pacientes.

Mas, afinal, onde estão localizados todos estes brasileiros que já passaram a hipnoterapia OMNI?

brasileiros-que-passaram-pela-hipnoterapia-por-estado

 Dos entrevistados, 76,6% já procuraram ajuda para resolverem problemas emocionais e o mais interessante é que os outros 23,4% foram atrás de tratar doenças físicas! Para nós, este número é bastante relevante já que, até pouco tempo atrás, pouco se sabia sobre o uso da hipnoterapia para tratamento dessas doenças.

Como é possível ver abaixo, quem lidera o ranking é ansiedade com 21% dos pacientes, seguido por depressão com 18%.

hipnoterapia-principais-queixas-emocionais

Já relacionado às doenças físicas, insônia ganha disparado com 22,5%!

principais-queixas-físicas

É incrível saber que a hipnoterapia tem ganhado mais espaço, principalmente nas doenças físicas. Porém, vale ressaltar que esse caminho tem sido longo, pois desde 1950 a hipnose já era usada por médicos, alunos do Dave Elman, já para tratar dores e ajudar com diversas doenças físicas.

Por fim, outro dado importante registrado na pesquisa foi a procura da técnica para o tratamento infantil. Entre as crianças, a doença mais tratada é alergia que atinge 8% dos pacientes. 

Uma sessão de hipnose clínica com o processo OMNI dura de 2 a 3 horas e, muitas vezes, é suficiente. No retorno, que ocorre entre 30 e 45 dias depois, verifica o estado do cliente, os resultados que ele atingiu e se necessário é feito um reforço. Em alguns casos é necessário, um segundo retorno, antes de encerrar o tratamento.

hipnoterapia-liberdade

Para Michael Arruda, a hipnoterapia foge do padrão terapêutico convencional e tem foco em identificar e tratar a raiz do problema, não em minimizar os sintomas dos transtornos. “Resultados como o apresentado mostram que ela pode ser uma poderosa aliada de médicos, dentistas e outros profissionais de saúde, agindo diretamente na causa do problema em apenas três sessões, diz ele.

Você já teve curiosidade para saber sobre quem são os nossos hipnoterapeutas?

Uma descoberta bastante interessante da pesquisa, foi o aumento de 20% do número de médicos que procuram a formação de hipnoterapeutas OMNI para agregarem em sua profissão. Em 2017 eles representavam 8% do total de entrevistados, já em 2019 são 10%!

E mais, das pessoas pesquisadas, 15,9% fizeram a formação de hipnoterapia com o objetivo de mudar de carreira.

E o mais interessante disso é que hoje 41% dos pesquisados se dedicam exclusivamente à profissão de hipnoterapeuta, sendo que 19% desses possuem uma renda mensal acima de R$15 mil proveniente dos atendimentos.

Ficamos muito felizes com esses resultados e, principalmente, em poder contribuir para o desenvolvimento de milhares de pessoas através de uma técnica tão poderosa como a hipnoterapia.

Oferecemos aos nossos alunos aquilo que acreditamos e praticamos, por isso é um grande privilégio vermos quantas pessoas estão aderindo à prática, tornando a hipnoterapia cada vez mais presente em nossa sociedade!

Queremos muito agradecer alguns de nossos alunos que foram grandes apoiadores em nossa pesquisa. Sem vocês, não teria sido possível: 

Rafael Capita Vieira, Luis Fernando Ramos De Andrade,Aline Maros, Michelle Josy Trindade, Ailson Pacheco Lima Junior, Gerson Gomes Leal Junior, Patricia Turu, Abílio Soares De Vasconcelos, Saul Neres, Guilherme Tonelli, Fernando Garcia, Jackeline Franco, Ana Paula Fossatti, Robson Tizé, Dinorah Souto Maior Soledade, Fernando Miguel Voigt, Elton Sato, Juliana Cristina Leite Casagrande, Rogério Eduardo Degaspari, Gerson Machado Rocha, Isis Ribeiro, Eduardo Viana Junqueira, Joy Steinhauer, Sérgio Souza, Renata Raeder, João Paulo Crestani, Rita De Cassia De Melo Santos, Edson Brandão, José Roberto Peres

Ademir Mandarino Da Silva Junior, Adriano Melo, Everton Vinícius Aguiar Santos, Olavo Fröhlich, Nadia Cristina Araújo, Ricardo Silva De Barros, Everton Lopes Cardoso, Iorram Dos Santos Padilha, Felippe Robadey França, Tatiani Cristina Carreiro Cleto, Cesar Braz, Carlos Vitor De Oliveira Homem, Ana Paula Garcia Saldiva, Hélder Lúcio Silva De Oliveira, Maìsa Nacli, Afonso Henrique Rodrigues De Oliveira Barros, Gabriela R. De Castro, Lays Bergamaschi Dutra, Flavio Bock, Samuel Kiss Sgambatti Dos Santos, Christiany Rocha, Anelise De Siqueira, Leonardo Castiglio Valentim, Olivia Pinheiro, Gean Paulo De Oliveira, Ednan Baldez Dos Santos, Eduardo Quartieri, Deyvison Dos Santos Ramos, Marcos De Carvalho, Rafael Corrales Coronil Rheda, Anderson Cristiano Lopes, Marcos Schalch, Paula Rosane Uemura, Joéli Peixoto Terra, Carolina Ludwig, Joice Cristina Matos, Gerson Gomes Leal Junior, Maria Elizabeth, João Edemar Mendes, Luiz Alípio De Carvalho Pereira, Julianne Rossi, Rubens Da Rocha Portal Junior, Pedro Coelho Amaral, Fernanda Da Costa Silva, Matheus Santos Cerqueira, Eduardo Dos Santos Ramos, Sandra Portugal, Fabiana Moniz, Roosewelt Feitosa E Silva, Walter Sanzovo, Tayla Rizzo, Ana Biaggi, Andrea Moreira, Ellen Cristine Borin, Marcos Eduardo Muniz Godinho, Sabrina Rodrigues Do Amaral, Gisele Borghezan Pabst, Jaqueline Laurenco Kemper, Alessandra Antoniazzi Rocha, Luiz, Rafael De Castro Pereira, Alexandre, Luciana Furuta, Eduardo De Carlo, Fernanda Titton, Rogério Ricardo. Sim., Jailson Dos Santos Nascimento, Cláudio Henrique Franchin, Hélio Patricio, Paula Diniz Rocha, Marcos Bernardo, Cida Rodrigues, Raimundo Junior, Lucas Radin, Ana Elisa Felipozzi Vendramin, L. Eduardo Deloski M., Pamela Huana Boemes, Matheus Perna, Glenda Gabriela Silva E Oliveira, Gustavo De Freitas Sales, Luciano Chaves De Sousa, Mariama Cristina Bomfim De Paiva Brito, Vanessa Maranha, José Luis Gracia Lazo, Lauri Martins, Wellington Ribeiro De Almeida, Natália Alves, Yuri Branco, Mirela Provinciali Brandini, Eduardo Lepak, Marc Arthur Loureiro Storck, Maria Da Consolação Pereira, Helen Correa Fernandes, Cristina Campos, Lúcia Desideri Junqueira, Anna Beatriz Falcão, Sandra Freitas, Priscilla Alves Quintela Morais, Gabriel Gadea, Helio Rodrigues Machado Neto, Fernando Antonio Lopes Ribeiro, Agatha Cristye Olinger, Nágela Isa, Amauri Aparecido Santos Silva, Angela Borges, Hemilly Oldoni, Antonio Carlos Andrade Batista